O Verão vem chegando e o destino mais escolhido é a praia. Que tal algumas dicas para aproveitar ao máximo com as crianças na praia?

O objetivo deste post é que esse passeio seja muito divertido e que você evite ao máximo os imprevistos que podem acontecer com as crianças na praia.

Sabemos que viroses, queimaduras, o “esqueci tal coisa”, podem acabar com o passeio. Então vamos lá!

família na praia

1. Sol na medida certa

Importante fonte de Vitamina D, o sol pode ser tornar prejudicial e causar queimaduras caso não tenham os devidos cuidados. Por isso a importância de cuidar com os horários para permanecer em exposição e usar o protetor solar.

Sabemos que os raios UVA e UVB estão mais intensos entre as 10h e as 15h, por isso é ideal aproveitar mais o mar antes e depois desses horários, já que há exposição direta ao sol.

Segundo a pediatra Lívia Lopes, para os bebês o ideal é de 15 minutos de sol por semana e para crianças acima de dois anos 15 minutos três vezes por semana, expondo ao sol principalmente as perninhas e braçinhos.

Agora você já sabe que uma longa permanência no Sol não é muito saudável. Algumas outras dicas podem ser essenciais para que o aproveitamento do sol seja o melhor, já que a criança não vai ficar apenas 15 minutos no sol em um dia de praia.

2. Protetor Solar

Esse vai ser seu aliado para aproveitar com as crianças na praia. Procure sempre usar os com fator 30 no mínimo e resistentes a água, normalmente os infantis têm essa funcionalidade.

Passe o protetor cerca de 20 minutos antes de ir a praia e evite passar muito próximo aos olhos, isso pode causar irritabilidade. E uma coisa que a minha mãe sempre me disse: não esqueça das orelhas!

O ideal é que seja passado a cada 2 horas e você pode levar em consideração a regra da colher de chá, como mostra na imagem a seguir:

crianças na praia

3. Itens essenciais para as crianças na praia

Ainda pensando no Sol, existem alguns itens indispensáveis que devem fazer parte do look de praia: óculos de sol, boné/chapéu e blusinha UV.

É muito importante você se atentar a qualidade de um óculos de sol, eles devem respeitar as normas européias de proteção UV, isso vai garantir que não prejudiquem a visão do seu pequeno futuramente.

Boné, chapéu ou bucket, tanto faz, o importante é que eles tenham uma aba que cubra suficientemente o rostinho. Dê preferência aos que também tenham proteção UV, pois os raios solares atravessam diversos tipos de tecido.

As blusinhas UV vão te ajudar muito! Mantendo o protetor solar por mais tempo – já que ele não estará em contato direto com a água – e vai ser mais uma camada de proteção. Se puder, escolha os com cores mais claras para não absorver tanto calor.

Aqui na Moda Madá você encontra lindos conjuntinhos que as crianças adoram, dá uma olhada:

4. Previnir é essencial

Viroses e conjuntivite são corriqueiras na praia, ninguém quer ter que deixar os outros dias de praia por causa disso, não é mesmo?

Para evitar as viroses, assim como doenças na pele, se atente a qualidade da água do mar. Normalmente as praias sinalizam se é ou não propícia para banho.

Outro fator crucial para pegar uma virose daquelas são os alimentos consumidos durante a permanência na praia. Evite comer alimentos de procedência duvidosa e caso leve comida, cuide em mantê-los em uma temperatura que não danifique o alimento por causa do calor. Sempre opte por coisas frescas!

Quanto a conjuntivite, o negócio é manter as mãos limpas. Lógico que você não precisa criar uma neurose em cima disso, basta se atentar a algumas situação.

5. Hidrate seu pequenino

Existem duas situações que garantem a hidratação: tomar muita água e molhar algumas regiões do corpo. Você perceberá que a hora de hidratar são naqueles momentos de sonolência e cansaço demais.

Molhar constantemente o corpinho do pequeno vai evitar até mesmo brotoejas.

6. Escolha o lugar ideal

Antes de escolher a praia certa pesquise a intensidade das ondas do mar pois assim você ficará mais tranquila em relação a deixar seu filho mais “solto” ao brincar na água.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a existência de embarcações próximas ao lugar que vocês permanecem. Muitos acidentes acontecem, não só com crianças!

crianças brincando na praia

7. Como evitar perda e afogamento

Uma boa dica é fazer uma pulseirinha de identificação que contenha o nome e telefone do responsável caso a criança se perca, isso acaba tornando mais fácil encontrar os pais.

Dependendo da idade da criança, ensine que caso perca seus pais de vista elas devem procurar um salva vidas ou um policial.

Em muitas praias, quando uma criança se perde a colocam nos ombros e as pessoas batem palmas para sinalizar para os pais que as procuram que elas estão ali. Caso você se encontre nessa situação, já sabe o que fazer.

Monitore seu filho, independente da idade e de estar ou não com boia, para que as criança não se afogue. Verificar se há muitos buracos na região que escolheram permanecer é muito importante também.

8. Brinquedos para levar

crianças na praia

Dá uma olhada em algumas dicas de brinquedos que podem tornar essa ida com as crianças na praia muito mais divertida:

  • Baldinho, regador, pazinha e forminhas.
  • Brinquedos flutuantes beeem coloridos, para não perde-los.
  • Piscina inflável, principalmente para bebês.
  • Frescobol e bola, são ótimas brincadeiras!

CHECK LIST

  • Toalha e roupão para não sentirem frio pós água;
  • Óculos de sol, blusa UV e chapéu/boné;
  • Guarda sol;
  • Caixas ou bolsas térmicas;
  • Brinquedos;
  • Bóia;
  • Protetor solar;
  • Sacos de lixo para o lixo que produzir durante a permanência na praia;
  • Muda de roupa seca, é sempre bom garantir;
  • Fraldas e lenços umedecidos, no caso dos bebês;
  • Água, muita água;
  • Um lanchinho saudável.

Agora é só aproveitar o verão e as férias e se divertir muito! Eu sempre ressalto nos meus posts a importância em estar presente e em contato com a natureza nessas momentos em que a tecnologia se tornou tão presente em nossas vidas, esse é o momento ideal para desligar e aproveitar essa fase do seu pequeno.

Fontes: A Gazeta, Coração e Vida, Coral Plaza, Claudia Abril e Quadra Imóveis.
Compartilhar

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *